Automobilismo nos EUA com destaques gaúchos

Piloto mais jovem no grid, Matheus Leist pilotou como veterano e terminou em 13º em sua estreia nas 500 Milhas de Indianápolis. Já Lucas Kohl conquistou quarto lugar na única corrida em circuito oval da temporada 2018

Estreante em uma das provas mais importantes e famosas do automobilismo mundial, Matheus Leist, 19 anos, fez uma prova sem erros neste domingo (27) e terminou em 13º em um dia em que veteranos sofreram acidentes e não receberam a bandeirada na 102º edição das 500 Milhas de Indianápolis. “Foi uma corrida difícil, talvez a mais difícil da minha carreira. Sendo sincero, não esperava que ia ser tão complicada, por conta da dificuldade que todos os pilotos estavam sentindo por conta do novo carro, que tem menos pressão aerodinâmica, o que o torna mais arisco. Por isso, considero que fizemos um ótimo trabalho, trazendo o carro inteiro para casa e conseguindo um resultado perto do top 10. Claro que a gente queria terminar mais para frente, e até tinha potencial para isso, mas Indy 500 é assim mesmo. O nível é muito alto e não é por acaso que esta corrida é a maior do mundo. Foram muitos acidentes, alguns bem à minha frente. Houve momentos em que freei bem no tempo exato de evitar uma batida, então esta corrida foi realmente o tempo inteiro no limite. E Indianápolis é assim: quando é para ser seu dia, vai ser”, diz Leist, melhor brasileiro, já que Tony Kanaan e Hélio Castroneves abandonaram. “Posso dizer que realizei um sonho ao correr a Indy 500 e agora vamos em busca de outros sonhos. Estou feliz que a gente tenha recebido a bandeirada com uma corrida boa dentro das limitações de nossa equipe e agradeço a todos porque torceram por mim. “, finalizou Leist, campeão da Fórmula 3 Inglesa em 2016 que passou a competir na Indy Lights e estreou em ovais exatamente em Indianápolis, quando venceu a Freedom 100, resultado que lhe ajudou a mudar para a categoria principal, competindo pela A J Foyt. No próximo final de semana tem novo compromisso: rodada dupla no circuito de rua em Detroit.

Já Lucas Kohl, em corrida única válida pela terceira etapa da USF2000 acontecida na sexta-feira 25, no circuito oval de Lucas Oil Raceway, conquistou um sólido quarto lugar no traçado de 1.097 metros, localizado em Brownsburg, estado de Indiana, em sua segunda corrida em ovais. “Num balanço geral foi um bom final de semana, conseguimos nos recuperar de um oitavo lugar no treino e classificamos na terceira posição, o que foi muito bom. Nosso ritmo de corrida não era tão bom quanto o dos primeiros, o que dificultou um pouco a disputa pelo pódio. Consegui pular para terceiro na última relargada, mas não foi suficiente para manter a posição. Saímos com 29 pontos a mais e mais perto do top 3 do campeonato”, diz o piloto de 19 anos, natural de Santa Cruz do Sul (RS) e que disputa sua terceira temporada na USF2000. A quarta etapa da categoria volta ao sistema de rodada dupla nos dias 22 a 24 de junho, em Road America.

Fonte: kartmotor.com.br Fotos: M. Leist: IndyCar / L. Khol: LLC Photo