Definidos os campeões Sul-Americanos de Kart 2019

SÊNIOR: Vencedor das três provas até então disputadas, o paulista João Cunha partiu da pole e manteve a posição na largada, enquanto Evandro Camargo, o segundo, caiu para a 4ª posição. Com bela largada, Cláudio de Moraes logo apareceu em segundo, pressionando o líder, pressão que se manteve por várias voltas. O piloto paulista, porém, conseguiu manter o bom ritmo e aos poucos foi abrindo boa vantagem, enquanto Camargo já aparecia na terceira posição, que perderia mais tarde para Gustavo Todescat. Mas, enquanto tudo parecia se definir nas três primeiras posições, Rafael Pastorello, Luiz Eduardo Salau e Mateus Barella faziam uma disputa sensacional pelo quarto lugar. Os três revezavam-se na posição, com várias ultrapassagens na mesma volta. Todescat, a quatro voltas para o final, foi obrigado a abandonar, com o que Camargo assumiu o terceiro lugar. Salau e Barella conseguiram se desvencilhar de Pastorello e assim receberam a bandeirada, em 4º e 5º. Tranquilo, Cunha abriu mais de oito segundos e venceu, conquistando o bicampeonato sul-americano de forma consecutiva.

1) 305-JOÃO CUNHA (BRA),
2) 308-CLAUDIO DE MORAES (BRA), a 7.108
3) 311-EVANDRO CAMARGO (BRA), a 7.692
4) 309-LUIZ EDUARDO SALAU (BRA), a 20.074
5) 310-MATEUS BARELLA (BRA), a 21.028
6) 302-RAFAEL PASTORELLO (BRA), a 25.222
7) 306-ALESSANDRO XAVIER (BRA), a 34.709
8) 312-CRISTIAN SAA (ARG), a 57.665
9) 303-GUSTAVO TODESCAT (BRA), a 5 voltas

CODASUR JÚNIOR: Noutra bela final, Pedro Aizza garantiu o título da Codasur Júnior de forma invicta, vencendo as quatro baterias, inclusive, é claro, a Final, mas o paranaense não teve vida fácil. Logo no início sofreu forte pressão dos concorrentes e perdeu a liderança para Nicolas Fabris, ficando à frente de Lucas Staico e Mayke Naderer. Enquanto Fabris perdia algumas posições e caía para quinto, Aizza voltara à ponta, pressionado por Naderer e Staico, que brigavam bastante entre si e do que o paranaense se aproveitou para abrir larga vantagem. E, enquanto tudo isto acontecia na frente, a briga pelas posições seguintes era intensa. Staico, assim como Aizza, ficou tranquilo em 2º, ao mesmo tempo em que os argentinos Lucas Bohdanowicz e Felipe Bernasconi e o brasileiro Samuel Cruz travavam lindo duelo pelo terceiro lugar. Cruz ainda conseguiu superar Bernasconi e, depois de largar em 18º, terminou em 4º. E Aizza, com 7.996 segundos de vantagem, garantiu seu primeiro título sul-americano.

1) 127-PEDRO AIZZA (BRA),
2) 102-LUCAS STAICO (BRA), a 7.996
3) 111-BOHDANOWICZ LUCAS (ARG), a 11.491
4) 101-SAMUEL CRUZ (BRA), a 12.466
5) 112-BERNASCONI FELIPE (ARG), a 13.557
6) 121-ANTONELLA FARINA BASSANI (BRA), a 17.836
7) 109-STANG EMILIANO JOEL (ARG), a 20.565
8) 118-JOAO VITOR DARNEL (BRA), a 25.196
9) 117-PERESON GIULIANO (ARG), a 25.484
10) 120-ESTEBAN PÓLIT (EQA), a 47.345
11) 119-DAVID ALEXANDER POMA COSSIO (BOL), a 48.202
12) 108-BORGERT MANUEL (ARG), a 2 voltas
13) 105-EDUARDO ESPEJO (PERU), a 2 voltas
14) 123-KEVIN E.DE OLIVEIRA LIMA (BRA), a 4 voltas
15) 114-MAYKE NADERER (BRA), a 5 voltas
16) 128-AGUSTINA SÁNCHEZ PIXOTO (URU), a 6 voltas
17) 104-NICOLAS DURAN VALDEBENITO (CHI), a 8 voltas
18) 110-BIAGI SANTIAGO NICOLAS (ARG), a 10 voltas
19) 106-NICOLAS D. BERGAMO FABRIS (BRA), a 10 voltas
20) 113-CHORNE AYRTON ROBERTO (ARG), a 14 voltas
21) 131-LUCAS DA SILVA MENDES (BRA), a 14 voltas
22) 124-ENZO FALQUETE (BRA), a 16 voltas

CADETE: Desta vez a Cadete não fez aquela costumeira prova cheia de alternativas – pelo menos na briga direta pelo título –, mas mesmo assim não faltaram emoções na Final da categoria no Campeonato Sul-Americano. Yuri Morelli, um dos principais destaques em todos os dias da competição, liderou as primeiras voltas, mas a quebra do prisioneiro fez com que ele perdesse uma roda e as chances de lutar pelo título. Heitor Dall’Agnol, que largara e estava em segundo, assumiu a ponta e logo abriu uma boa vantagem sobre o segundo colocado. Logo atrás, Gabriel Koenigkan, Wagner Santilli, Filipe Vriesman e João Pedro Jo faziam o esperado bom duelo que a categoria sempre mostra. Vriesman acabou tocado, rodou e perdeu várias posições, saindo da disputa, o que logo depois também aconteceria com Santilli e Koenigkan por outras razões. Cada vez mais líder, Heitor abria seis segundos, agora com João Pedro Jo em 2º, seguido por Alfredinho Ibiapina. E, daí para frente, tudo se encaminhou para a vitória e o primeiro título sul-americano de Heitor Dall’Agnol, fazendo uma dobradinha gaúcha nas duas primeiras posições, com João Pedro Jo vice-campeão. Alfredinho Ibiapiana, em terceiro, completou a “camionete da vitória”.

1) 1-HEITOR DALL AGNOL FARIAS (BRA),
2) 30-JOÃO PEDRO MARTINS JO (BRA), a 7.254
3) 8-ALFREDINHO IBIAPINA (BRA), a 10.748
4) 19-SANTINO DORE DE MIGUEL (ARG), a 13.010
5) 24-ENZO BELTRÃO NIENKÖTTER (BRA), a 13.109
6) 10-PANETTA SANTINO (ARG), a 13.391
7) 9-PEREZ AYRTON (ARG), a 15.630
8) 21-LOHRMANN BAUTISTA (ARG), a 19.468
9) 2-MIGUEL M. A. PINTO COELHO (BRA), a 19.738
10) 38-GUILHERME FAVARETE (BRA), a 19.842
11) 5-DIMAS MOTA (BRA), a 20.181
12) 29-GABRIEL MOURA (BRA), a 23.535
13) 17-IVÁN A. BENITEZ BEJARANO (PAR), a 23.940
14) 27-AUGUSTUS TONIOLO (BRA), a 25.380
15) 12-DIANDA MARCO (ARG), a 25.457
16) 35-GASTON IRAZU (URU), a 27.045
17) 39-REGYS R. G. DE MATOS FILHO (BRA), a 30.166
18) 37-NICOLLAS LORETTI (BRA), a 33.029
19) 22-PEDRO MARRIEZCURRENA. (ARG), a 36.101
20) 16-JOAQUIM B. BEJARANO (PAR), a 36.218
21) 14-ANGELO NUGNES (ARG), a 36.542
22) 41-AUGUSTO TONIOLO (BRA), a 36.827
23) 3-PEDRO H. REIS MENEZES LINS (BRA), a 37.732
24) 34-MÁXIMO CASTRO ESTÉVEZ (URU), a 37.850
25) 36-FEDERICO BARRETO (URU), a 38.100
26) 31-FILIPE VRIESMAN (BRA), a 42.960
27) 33-BENJAMIN CHIRIBAO CLARES (URU), a 50.539
28) 18-MARIANO LÓPEZ RIBEIRO (PERU), a 53.433
29) 32-GONÇALO JUNG SCHERER (BRA), a 54.973
30) 6-CARLOS F. BOZO RODRIGUEZ (CHI), a 2 voltas
31) 11-GABRIEL KOENIGKAN (BRA), a 4 voltas
32) 4-WAGNER E. O. SANTILLI (BRA), a 5 voltas
33) 25-ROMULLO HENRIQUE RIBAS (BRA), a 6 voltas
34) 40-PAULO S. WILLEMANN FILHO (BRA), a 8 voltas
35) 28-FIRAS FAHS (BRA), a 11 voltas
36) 23-YURI YASUKAWA M. PEREIRA (BRA), a 13 voltas

CODASUR: Dois pilotos gigantes no kartismo sul-americano. Duas marcas de chassi gigantes no kartismo mundial. Seis trocas de líder. E uma Final em que ninguém se permitia sequer olhar para o lado para não perder um segundo de uma disputa entres dois – cariocas – mestres na arte de pilotar um kart. Assim, neste “pequeno” resumo podemos dizer como foi a decisão da categoria Codasur no Sul-Americano. Olin Galli e André Nicastro trocaram de posição seis vezes durante as tensas 18 voltas decisivas da Codasur, sem se tocar em nenhum momento. E até a chegada da última curva não se permitia apontar o campeão. Na última volta Galli procurou um traçado mais defensivo, o que lhe permitiu chegar à última volta um “tantinho” mais à frente de Nicastro, que não pôde, então, atacar seu concorrente naquela famosa curva que sempre decide os títulos no Velopark. Assim, Galli, com CRG, foi o campeão, e Nicastro, com Tony Kart, foi o vice, fazendo o espetáculo final do Sul-Americano. A Codasur teve outros ótimos duelos. E no segundo duelo mais importante, Enrico de Lucca, estreante na Graduados em 2019, foi o terceiro colocado no Sul-Americano, seguido por Jorge Barrio e Bruno Bertoncello.

1) 202-OLIN GALLI (BRA),
2) 201-ANDRE NICASTRO (BRA), a 0.065
3) 241-ENRICO DE LUCCA (BRA), a 4.635
4) 214-BARRIO JORGE (ARG), a 5.078
5) 247-BRUNO BERTONCELLO DOS SANTOS (BRA), a 9.915
6) 211-FRANCO CRIVELLI (ARG), a 10.748
7) 252-CHRISTIAN CASTRO (BRA), a 11.617
8) 209-ISIDORO VEZZARO (ARG), a 14.023
9) 215-GABRIEL PATURLE E SILVA (BRA), a 15.519
10) 242-BRUNO BUNN SMIELEVSKI (BRA), a 20.309
11) 253-WALDIR BELIZARIO JUNIOR (BRA), a 23.158
12) 238-LUCCA CROCE (BRA), a 25.289
13) 220-GUSTAVO MOURA (CHI), a 31.650
14) 244-PABLO NICOLÁS FALCHI BOBADILLA (URU), a 32.299
15) 204-KEVIN MARCO OLIVARES LUNA (PERU), a 33.477
16) 232-ALLAN MARTINS CROCE (BRA), a 34.877
17) 208-ALONSO BAUTISTA (ARG), a 36.412
18) 227-DIEGO FERRO GUTIERREZ (PERU), a 36.822
19) 218-PEDRO PABLO CAMPUANO (BOL), a 37.221
20) 251-JOSE PEDRO PASSADORE (URU), a 37.787
21) 210-CHIARELLO SANTIAGO NICOLAS (ARG), a 44.960
22) 216-TOMAS ALONSO ALVAREZ ZAMORA (CHI), a 48.046
23) 243-RICHARD ANNUNZIATA (BRA), a 50.837
24) 230-PEDRO VINICIUS FERRO (BRA), a 59.553
25) 226-WALTER FERNANDO CARRASCO GAMARRA (BOL), a 2 voltas
26) 222-OLMEDO MORONI JEREMIAS (ARG), a 3 voltas
27) 213-SANTIAGO FABANI (ARG), a 4 voltas
28) 212-LUCAS FARIA NOGUEIRA (BRA), a 4 voltas
29) 228-BAYARD BIZARRO DE OLIVEIRA SANTOS (BRA), a 5 voltas
30) 250-IGNACIO SILVA RODRIGUEZ (URU), a 11 voltas
31) 237-MATEUS BARELLA (ARG), a 14 voltas
32) 239-RAFAEL DE MORAES DIAS (BRA), a 17 voltas

Fonte: www.kartmotor.com.br / Fotos: Leonardo Wiebusch