5ª Edição da SUPER 300 contou com mais de 150 competidores

Em um fim de semana em que o frio foi muito forte, chegando a temperaturas de -2º durante a madrugada, e 0° durante a manhã, equipes e pilotos não se intimidaram e aceleraram como se fosse a última Super 300 – e foi!

Esta Prova “NO PREP” que foi a maior do Brasil (sem cola), chegou ao seu fim com chave de ouro, com grande público e com puxadas inesquecíveis. Sábado o dia foi inteiro de classificatórias, e a organização da Prova promoveu quatro passadas para cada carro, e quem foi para acelerar, conseguiu ter a chance de dar seis puxadas nos dois dias de Prova, fora as do mata-mata. O objetivo da Super 300 sempre foi o de promover o máximo de pegas.

No domingo, os cinco primeiros das 12 Categorias foram premiados. Destaque para a Categoria Carros de Rua, que teve o maior número de competidores, e quem subiu ao pódio, subiu com muito suor. Após a premiação das 12 Categorias, veio o momento auge da Prova, os mata-matas da SUPER RADIAL e SUPER SLICK. Com poucas quebras e poucas desistências, os mata-matas tiveram muitos pegas sensacionais, de deixar arrepiado quem curte a Arrancada.

Na SUPER RADIAL, a final foi entre o Chevette TST de Arthur Neto (Garagem Motors/ Columbia Racing) e o Gol DT-B de Fabio Martins (Equipe Speed Car), melhor para o Arthur que se tornou Campeão da Super Radial da última SUPER 300. Na SUPER SLICK, uma final histórica: Jader Krolow com seu Opala XTM V6 Bi-Turbo (Equipe Boss Drag Race) X Fabrício Chicon e seu Chevette TT AP Turbo (Equipe 1PR Schulz). Jader venceu Chicon, e na volta pela pista, entrevistas emocionadas dos pilotos e equipes felizes com a performance de seus trabalhos.

Chegando a grande final GERAL, a grande chance do Radial contra o Slick, o pega ficou entre o Chevette TST de Arthur Neto e o Opala XTM de Jader Krolow. Jader havia cravado o tempo de 5,5s e Arthur 6,9s. A diferença era de 1,4s, e isto foi transferido para a sinaleira pelo sistema de Bracket Racing. Arthur saiu na frente, Jader perseguiu, cruzaram a última fotocélula juntos, mas Arthur levou a melhor e se tornou o Campeão da última SUPER 300!

A Super 300 merecia um final assim!!!

Fonte/Foto: Arrancada APPASC