Gaúcho de Kart revelou seus doze novos campeões no último domingo em Venâncio Aires

Com a participação de pilotos de Santa Catarina, Paraná e São Paulo – e, claro, do Rio Grande do Sul –, o Kartódromo de Venâncio Aires foi a sede do Campeonato Gaúcho no último final de semana.

O evento teve a participação de 75 pilotos, que disputaram três baterias, todas pontuáveis, sendo a última delas 50% mais valiosa que as duas primeiras. E no domingo, após a disputa da última prova e o descarte da pior pontuação, foram definidos os novos campeões gaúchos.

Na Mirim o título ficou com o piloto catarinense Bernardo Weber, que venceu as três baterias e chegou à pontuação máxima. Augusto Vernieri foi o vice e Rafael Giordani, apenas meio ponto atrás, terminou em 3º.

A Cadete teve três vencedores diferentes em suas baterias – Augusto Toniolo, o catarinense Gabriel Moura e Heitor Dall’Agnol – e o título ficou com este último, após vencer a terceira e mais valiosa bateria. Moura foi o vice, seguido pelo paranaense Firás Fahs, que chegou ao terceiro lugar na base da regularidade. Toniolo foi o 4º.

Outro campeão com pontuação máxima foi o piloto João Cardoso Neto, que venceu as três baterias da Júnior. Dudu Schons ficou com o vice-campeonato e Lorenzo Jung terminou em 3º.

Na Graduados a disputa pelo título foi entre dois grandes campeões nacionais. Bruno Bertoncello venceu as duas primeiras baterias, mas terminou a última em segundo, enquanto o paulista Alain Sisdeli, que antes havia sido 3º e 2º, vencia a terceira prova. O título, então ficou com Sisdeli, seguido por Bertoncello em segundo e por Bayard Santos em terceiro.

A Sênior também mostrou um campeão invicto, o paranaense João Cláudio Willington, atual vice-campeão sul-brasileiro da Sênior B. Ele venceu as três baterias da programação, marcando a pontuação máxima e superando Alex Ribeiro, que terminou o Gaúcho em segundo, seguido por Everton Naumann.

Na Super Sênior, que correu agrupada com a Sênior, título invicto para Vilson Viapiana, seguido por Edmilson Zortéa, segundo colocado nas três provas.

Pela primeira vez competindo em um Campeonato Gaúcho, a KZ – antiga Shifter – teve como campeão, também invicto, o piloto Daniel Claudino, que este ano disputou o Brasileiro e a Copa Brasil na categoria. Analino Sirtuli, multicampeão no automobilismo, foi o vice, seguido por Diego Diehl.

Pedro Trevisol chegou a um número que poucos pilotos conquistaram no kartismo do Rio Grande do Sul: o hexacampeonato gaúcho. O piloto de Porto Alegre venceu as duas últimas baterias depois de abandonar a primeira, que acabaria descartando, e chegou ao título na categoria 400 Light Graduados. Alberto Brod foi o vice e Luiz Felipe Kaercher o terceiro.

Na 400 Light Sênior, outro campeão invicto, o piloto Carlos “Maninho” Wiebbeling, vencedor das três provas de sua categoria. Jorge Sander, com um terceiro, um segundo e um abandono (que descartou), foi o vice. Marcelo Pandolfi fechou os três primeiros.

Luiz Felipe Kaercher, 3º na 400 Light Graduados, chegou ao título de campeão gaúcho na Fórmula 400 Graduados com um abandono na primeira bateria – seu descarte – e duas vitórias nas baterias seguintes. Pedro Trevisol foi o vice e Bayard Santos repetiu seu terceiro lugar obtido na Graduados.

Álvaro Nieto repetiu o desempenho de vários campeões e levou o título com três vitórias na Fórmula 400 Sênior, superando Maurício Nogueira e Daniel Ávila, segundo e terceiro no pódio da categoria.

Por fim, Alexandre Conti chegou ao título da F4 APA com duas vitórias e um segundo lugar, superando Alberto Brod, que repetiu o vice que conquistou na 400 Light Graduados e foi seguido por Henrique Frohlich.

Confira a pontuação final de cada categoria:
Mirim
1 Bernardo Weber – 27,5 pontos
2 Augusto Vernieri – 21
3 Rafael Giordani – 20,5
4 Lucas Scherer – 16,5
5 Cristofer Araújo – 16

Cadete
1 Heitor Dall’Agnol – 25,5 pontos
2 Gabriel Moura – 23
3 Firás Fahs – 22,5
4 Augusto Toniolo – 21,5
5 Leonardo Mosmann – 15
6 Vitor Hendrix – 13,5
7 Abner Mignoni – 11
8 Igor Vacari – 8
9 Rafael Bastos – 6,5
10 Bernardo Araújo – 5,5
11 Guilherme Sirtuli – 5
12 Valentina Gil – 1

Júnior
1 João Cardoso Neto – 27,5 pontos
2 Dudu Schons – 21,5
3 Lorenzo Jung – 19,5
4 Felipe Krey – 19
5 Otávio Dias – 8
6 Arthur Canal – 5
7 Firás Fahs – 0

Graduados
1 Alain Sisdeli – 25,5 pontos
2 Bruno Bertoncello – 24,5
3 Bayard Santos – 19,5
4 Breno Rubin – 18
5 João Pedro Bortoluzzi – 17
6 Lucas Girotto – 13,5
7 Eduardo Lazzari – 10

Sênior
1 João Cláudio Willington – 27,5 pontos
2 Alex Ribeiro – 22,5
3 Everton Naumann – 20
4 Vinícius Dall’Agnol – 16
5 Lucas Altíssimo – 15,5
6 Jeferson Soares – 15,5
7 Fábio Senna – 13
8 Leonardo Ochoa – 3

Super Sênior
1 Vilson Viapiana – 27,5 pontos
2 Edmilson Zortea – 22,5

KZ
1 Daniel Claudino – 27,5 pontos
2 Analino Sirtuli – 21
3 Diego Diehl – 15
4 Henrique Pacheco – 13,5

400 Light Graduados
1 Pedro Trevisol – 27,5 pontos
2 Alberto Brod – 24,5
3 Luiz Felipe Kaercher – 21
4 Nicolas Moreira – 18,5
5 João Perin – 16
6 Adriano Carboni – 14,5
7 Tiago Zanella – 5

400 Light Sênior
1 Carlos Wiebbeling – 27,5 pontos
2 Jorge Sander – 21,5
3 Marcelo Pandolfi – 18
4 Taylor Júnior – 17,5
5 Alberto Rosa – 15
6 Henrique Frolich – 14,5
7 Álvaro Nieto – 12
8 Carlos Izkovitz – 0

Fórmula 400 Graduados
1 Luiz Felipe Kaercher – 24,5 pontos
2 Pedro Trevisol – 19
3 Bayard Santos – 18
4 Pablo Morales – 16,5

Fórmula 400 Sênior
1 Álvaro Nieto – 27,5 pontos
2 Maurício Nogueira – 22,5
3 Daniel Ávila – 0

F4 APA
1 Alexandre Conti – 27,5 pontos
2 Alberto Brod – 23
3 Henrique Frolich – 21,5
4 Carlos Izkovitz – 18,5
5 Vagner Miranda – 15
6 Pablo Mendes – 13
7 Gabriel Ávila – 12,5
8 Henrique Karam – 8

Fonte: www.kartmotor.com.br / Foto: Idalício Umpierre